Opinião PDF Imprimir E-mail

Refis da crise: vitória para o empresariado brasileiro

Em meio aos jogos da Copa, o empresariado brasileiro conquistou uma importante vitória: a oportunidade de renegociar as dívidas com a União

 


 

Por Mario Berti * - publicado na Gazeta do Povo - julho/2014

 

Em meio aos jogos da Copa do Mundo no Brasil, o empresariado brasileiro conquistou uma importante vitória: a oportunidade de renegociar as dívidas com a União por meio do Refis da Crise. Recém-sancionado pela presidenta Dilma Rousseff na Medida Provisória (MP) nº 638, após ter sido retirado da polêmica MP nº 627, o programa de parcelamento de dívidas tributárias permitirá a empresas todos os setores da economia a regularização de pendências com diversos órgãos governamentais existentes até 31 de dezembro de 2013. Mas é preciso mais do que isso.

 

Estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que de cada 100 empresas abertas no Brasil, 48 encerraram suas atividades em três anos. A alta carga tributária brasileira costuma ser apontada entre os principais motivos do endividamento e da sonegação de impostos das organizações de todos os portes. O Brasil fechou o primeiro semestre do ano com arrecadação de R$ 800 bi em tributos. O montante seria ainda maior não fosse a sonegação, que nos primeiros seis meses de 2014 quase alcançou R$ 250 bi, segundo cálculo do Sonegômetro do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz).

 

Medidas como o Refis da Crise podem ajudar a colocar as empresas em dia com o Governo, o que significa acesso a crédito bancário e possibilidade de crescimento, entre outros benefícios. Da forma como foi sancionada, a mudança é bastante oportuna. Além de conceder nova chance para os empresários que enfrentaram problemas de caixa colocar os tributos em dia com o benefício da redução do porcentual a ser pago no ato da adesão, a medida permite que o Governo obtenha um aumento substancial na arrecadação tributária. A expectativa é angariar R$ 12,5 bilhões.

 

Mas é preciso encarar o problema de frente, já que a solução real desse imbróglio passa pela tão sonhada e falada reforma tributária, com uma mudança na atual estrutura e na legislação de impostos, taxas e contribuições vigente no país.

 

Vale ressaltar que a redução das taxas para adesão e a criação de novas faixas são benéficas porque acima de tudo tornam o Refis uma medida viável e apta a mais empresários aderirem. Agora o parcelamento das dívidas por meio do Refis poderá ser feito em até 180 meses, sendo que os sinais de adesão começam com 5% e não passam de 20%. O prazo de adesão termina em 31 de agosto, a qual poderá ser feita eletronicamente pelo e-CAC com o uso do certificado digital no site da Receita Federal.

 

Se por um lado a medida é considerada um estímulo à economia, também tem sido alvo de críticas. Muito tem se comentado que se trata de um projeto que vem para premiar maus pagadores, mas mau pagador é que aquele que se esconde e não busca quitar suas pendências, não é mesmo? Imagina-se que quem quer aderir ao Refis, em sua maioria, é aquele empresário que tem consciência das suas dívidas, mas por circunstancias econômicas não pode efetuar o pagamento no prazo.

 

É preciso levar em conta que a atividade empresarial é o sustentáculo da economia para melhorar as condições de vida da população e que a medida vem para impulsionar a atividade, já que deixa as empresas na regularidade. Melhor que o Refis só uma revisão geral da carga tributária, que inclusive poderia iniciar pela aprovação do projeto de universalização do Simples Nacional, que aguarda apreciação do Senado. Se sancionado, será o ponto de partida para uma grande reforma.

 

--------------------

Por: Mario Berti é empresário contábil e presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas – Sistema Fenacon (Sescaps e Sescons).

 
 

Pesquisa no site

Últimas Notícias

Anterior Próximo
Negócios

Negócios

Vale Cultura movimenta R$ 13,7 milhões em vendas e consumo maior é em livrarias Balanço foi divulgado pelo Ministério da Cultura;...

Redação Comentários 11 Jul 2014

Leia mais
Tecnologia

Tecnologia

Loja física testa pagamento móvel para evitar filas‏ Por meio de um aplicativo, o cliente faz o pagamento pelo celular; tendência...

Redação Comentários 11 Jul 2014

Leia mais
Lojista

Lojista

Marca americana escolhe Curitiba como cidade teste para a entrada no Brasil Inch of Gold tem dois quiosques no Palladium...

Denise Mello Comentários 11 Jul 2014

Leia mais
Marketing

Marketing

Marketing “certeiro” do varejo usa até TV quebrada na Copa para faturar Até prejuízo com goleada da Alemanha vira “lucro”; especialista...

Denise Mello Comentários 11 Jul 2014

Leia mais
Vendas

Vendas

Copa "afunda" comércio de Curitiba e junho registra queda de 14% nas vendas Lojistas e economistas explicam o que aconteceu...

Denise Mello Comentários 11 Jul 2014

Leia mais

Evento

Exposição Brasil - Espanha: Unidos pela mesma paixão Depoimentos de craques do Brasil que brilham na Espanha fazem parte do evento ...

Redação Comentários 02 Jul 2014

Leia mais

Opinião

“Refis da Copa” Dilma alterou novamente os prazos para parcelamento dos débitos federais  

Redação Comentários 02 Jul 2014

Leia mais
Projeto de lei

Projeto de lei

Projeto na Câmara Federal quer acabar com feriado da proclamação da República Para deputado autor da proposta, o 15 de novembro...

Redação Comentários 02 Jul 2014

Leia mais
Negócios

Negócios

Salas de cinema avançam para o interior para ampliar público Redes pegam carona na expansão dos shoppings em cidades de pequeno...

Redação Comentários 02 Jul 2014

Leia mais
Trabalhadores

Trabalhadores

Vereador pede ampliação de estação-tubo em frente ao ParkShoppingBarigui Sindicato dos Trabalhadores coloca que embarque não dá conta dos 2...

Denise Mello Comentários 02 Jul 2014

Leia mais
Paraná

Paraná

Obras do Shopping Catuaí de Foz devem começar em julho Saiba como está a negociação para os Shoppings Atuba e Jockey...

Denise Mello Comentários 01 Jul 2014

Leia mais
Marketing

Marketing

Pista de gelo do ParkShoppingBarigui chega ao 10º ano com mérito de ter ensinado curitibano a patinar Gerente de marketing fala...

Denise Mello Comentários 01 Jul 2014

Leia mais

Opinião

Em matéria de juros, Brasil está na contramão do mundo Análise é do colunista da Folha, Benjamin Steinbrunch  

Denise Mello Comentários 20 Jun 2014

Leia mais
Tendência

Tendência

"Boom" de shoppings deve reduzir pressão sobre aluguel Grande oferta de shoppings reflete um momento do passado recente, quando o comércio...

Redação Comentários 20 Jun 2014

Leia mais

Economia

Vendas do comércio crescem 2% em maio em Curitiba Índice subiu em relação ao mês de abril, mas teve crescimento negativo...

Redação Comentários 20 Jun 2014

Leia mais
Tendência

Tendência

"Boom" de shoppings deve reduzir pressão sobre aluguel Grande oferta de shoppings reflete um momento do passado recente, quando o comércio...

Redação Comentários 20 Jun 2014

Leia mais