HOME SHOPPINGS ACT CCT TABELAS SINDICAIS CONTATO
CONTRIBUIÇÕES Contribuição
Sindical
Contribuição
Confederativa
Contribuição
Assistencial
Solicitação
de Boleto

Economia

Marcos Jorge lança Semana Nacional do Crédito

31.10



Mais de 500 ações estão programadas em todo o país. Agenda pode ser acessada no hotsite www.semanadocredito.gov.br. Recursos serão aportados por sete instituições bancárias. Empreendedores terão condições especiais para tomar empréstimos, regularizar atrasos e pagar impostos.
Brasília (31 de outubro) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, lançou hoje, no MDIC, em Brasília, a Semana Nacional do Crédito, com ações previstas durante todo o mês de novembro, em datas diferentes, em todo o país. Mais de 500 ações estão programadas e a agenda está disponível no hotsite www.semanadocredito.gov.br.
Os recursos serão aportados pelos maiores bancos públicos e privados do país:  Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia. Serão disponibilizados mais de R$ 12 bilhões para novos créditos, regularização de empréstimos e pagamentos de impostos.
“Houve um aumento da oferta de crédito em relação a 2017 da ordem de 33%. Foram R$ 9 bilhões no ano passado e, neste ano, estão sendo oferecidos R$ 12 bilhões, principalmente em créditos novos, além da regularização daqueles com algum tipo de pendência”, informou o ministro Marcos Jorge durante o lançamento da Semana Nacional do Crédito.
Os empreendedores terão acesso a condições especiais. Serão oferecidas taxas diferenciadas de juros e de tarifas de serviços, além de parcelamento estendido para até 120 meses nos débitos do FGTS – que, em condições normais, são divididos no máximo em até 90 meses.
O ministro Marcos Jorge destacou também as ações de estímulo ao crédito consciente. “Teremos mais de 500 eventos em todo o país organizados pelos nossos parceiros, que são os bancos, o Sebrae e a CNI. As atividades servirão para dar mais qualidade à tomada de crédito”, informou. Serão promovidos, gratuitamente, seminários, palestras, consultorias e atividades online, capacitação, rodadas de crédito, sessões de negócio, oficinas e orientações pré e pós-crédito, entre outras atividades.
Como explica o secretário Espacial da Micro e Pequena Empresa, José Ricardo da Veiga, a proposta é que as micro e pequenas empresas regularizem a sua situação junto aos bancos e possuam capital de giro para despesas de final de ano, como formação de estoques para as vendas de dezembro, pagamento de 13º salário, além de linhas para investimento.
A Semana Nacional do Crédito é coordenada pela Secretaria de Micro e Pequena Empresa do MDIC (Sempe) em parceria com os maiores bancos que atuam no Brasil, o Sebrae, a Confederação Nacional da Indústria, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e parceiros locais.

Fonte: http://www.mdic.gov.br/

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Informalidade bate recorde no país e já atinge 43% dos trabalhadores

Leia +

Página Infeliz

Leia +

Marcos Jorge lança Semana Nacional do Crédito

Leia +

Fabio Faccio assumirá presidência da Renner no lugar de José Galló

Leia +

Impostômetro chega à marca de R$ 2 tri já no dia 6

Leia +

Presidente eleito da Confederação Nacional do Comércio

Leia +

Lojas em Obras

Leia +

Brasil tem o sexto maior mercado de trabalho informal, aponta levantamento

Leia +
ARQUIVO    Clique para ver todas as notícias

CADASTRO

Cadastre-se e receba notícias
do Sindishopping


NOME
EMAIL
TELEFONE