HOME SHOPPINGS ACT CCT TABELAS SINDICAIS CONTATO
CONTRIBUIÇÕES Contribuição
Sindical
Contribuição
Confederativa
Contribuição
Assistencial
Solicitação
de Boleto

Varejo

Varejo de moda vê recuperação das vendas no terceiro trimestre

Por Cibelle Bouças e Alexandre Melo



As varejistas de moda, em especial de vestuário, apresentaram desempenho morno no segundo trimestre, mas dão sinais de melhora no terceiro trimestre.  As empresas de vestuário sofreram impacto negativo do clima mais quente que o normal para o inverno, o que levou à ocorrência de mais promoções para desovar os estoques. Mas em julho e agosto, segundo varejistas, o cenário começou a mudar.
Fabio Faccio, presidente da Renner, disse que as vendas da varejista em julho ficaram acima das expectativas, com crescimento em relação ao mesmo mês de 2018. "Em julho, o frio veio e conseguimos ter uma boa venda de itens mais pesados, que têm preços e margens maiores", afirmou.
O presidente da Riachuelo, Oswaldo Nunes, também disse que as vendas da companhia tiveram melhora em julho e que a coleção de primavera, recém-chegada às lojas, está com desempenho acima do esperado.
Marcelo Pimentel, diretor-presidente da Marisa, também observa a volta dos consumidores às lojas em julho, após mudanças nas coleções.
Thiago  Hering, diretor executivo de negócios da Cia Hering, afirmou que as frentes frias que atingiram o Sul e o Sudeste em julho ajudaram a ampliar as vendas da companhia. "Conseguimos restabelecer, em julho, os níveis de crescimento apresentados antes do segundo trimestre", afirmou Hering. O executivo acrescentou que a companhia espera melhoria  na produtividade das lojas de franquia na segunda metade do ano, o que pode contribuir para ganhos nos resultados.
Os analistas do BTG Pactual Luiz Guanais e Gabriel Salvi, consideraram em relatório que a Renner sofreu efeitos negativos temporários no segundo trimestre. Mas a perspectiva é de melhora no terceiro trimestre.
Em relação à Hering, os analistas do BTG consideram que o desempenho da companhia deve ser favorecido pelas perspectivas econômicas melhores no segundo semestre, que devem impactar positivamente as vendas e a margem.
Calçados
Já no segmento de calçados o caminho da recuperação parece um pouco mais complicado. "O cenário para a melhora do consumo ainda é incerto", disse Francisco Schmitt, diretor financeiro e de relações com investidores da Grendene, em teleconferência de resultados.
Na última quinta-feira (8), a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) informou que as vendas de lojistas de shoppings avançaram 8,4% no primeiro semestre de 2019, o melhor início de ano desde 2014, quando a crise econômica começou a afetar com mais intensidade o consumo no país. Descontada a inflação (IPCA/IBGE), a alta nas vendas foi de 6,04%.
Para Sandra Peres, analista da Coinvalores, a Grendene não deve registrar crescimento no volume no restante do ano, considerando o lento cenário de recuperação e a concorrência acirrada, que acabam prejudicando ainda mais os seus números.
Analistas do Bradesco BBI, Richard Cathcart, Helena Villares e Pedro Fagundes consideram que o mercado interno ainda dá sinais de demanda fraca para consumo de calçados, especialmente esportivos.
No caso da Vulcabras Azaleia, que concentrou o foco na expansão da oferta de calçados esportivos com preços mais baixos, os analistas consideram que essa estratégia pode permitir à companhia sustentar um crescimento de volume positivo e uma robusta margem bruta no segundo semestre.

Fonte: https://www.valor.com.br/empresas/6389317/varejo-de-moda-ve-recuperacao-das-vendas-no-terceiro-trimestre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Aprovada MP da Liberdade Econômica

Leia +

56% dos inadimplentes não pretendem fazer novas compras após quitar dívidas

Leia +

Brasil tem 45 milhões de desbancarizados

Leia +

Varejo de moda registra crescimento depois de período morno

Leia +

Novos donos da Casas Bahia trocam modelo para "voltar a fazer varejo"

Leia +

Queda no setor de serviços sinaliza recessão técnica

Leia +

Varejo de moda vê recuperação das vendas no terceiro trimestre

Leia +

TST derruba decisão de Minas Gerais.

Leia +
ARQUIVO    Clique para ver todas as notícias

CADASTRO

Cadastre-se e receba notícias
do Sindishopping


NOME
EMAIL
TELEFONE