HOME SHOPPINGS ACT CCT TABELAS SINDICAIS CONTATO
CONTRIBUIÇÕES Contribuição
Sindical
Contribuição
Confederativa
Contribuição
Assistencial
Solicitação
de Boleto

economia

O que não pode faltar?

Em uma campanha de Black Friday.




Depois de gerar R$ 2,6 bilhões em vendas no e-commerce em 2018 (Google Retail Summit), a Black Friday volta a ser pauta entre as marcas e, principalmente, entre os consumidores. O envolvimento do público com a data, inclusive, começa muito antes do dia 29 de novembro. Já há pessoas pesquisando produtos e lendo comentários sobre as melhores promoções. 
Se você busca dicas sobre o que pode ajudar sua marca a ter um desempenho satisfatório na data, veio ao lugar certo.
Base de contatos engajada
Em um período como a Black Friday, onde o objetivo é atrair público para gerar mais vendas, é preciso trabalhar essa parte do processo de forma efetiva, entendendo o interesse do consumidor. A maneira mais simples de captar novos contatos é com formulários de cadastro. Eles podem ser inseridos nas páginas mais acessadas do site, de forma fixa, em pop-ups, ou nas redes sociais. Mídias como Instagram, Facebook e LinkedIn permitem, inclusive, a criação de anúncios que levam os usuários para uma página onde eles informam seus dados.
Se você oferece vários produtos, insira um campo no formulário onde o usuário informe quais são os itens que interessam. Com isso, você cria conteúdo de acordo com o que motivou o público a entrar em contato com a sua marca. 
Identificar canais com maior potencial de conversão
Uma forma de qualificar o processo de captação de contatos é analisar as páginas com mais acessos do site. O Google Analytics apresenta esses dados, entre outras informações, como número de visualizações. Você pode usar essas páginas para incluir formulários de cadastro. Identifique as redes sociais que contam com maior participação do público que segue você. Se já conhece o comportamento deles, deve saber quais canais utilizar para se comunicar. Caso contrário, verifique quais formas de interação podem ser mais efetivas com eles, fazendo pesquisas, entrevistando quem acompanha sua marca.
Comunicação segmentada
Chegou a hora de pensar no tipo de conteúdo que será produzido. Lembra dos formulários de cadastro? Com as informações contidas neles, você cria ações de marketing considerando o que interessa ao público. Todo o tipo de filtro criado, com base nos dados dos contatos, ajuda a direcionar melhor a sua comunicação.
Veja alguns exemplos:
Localização do contato: Se você atua em diversos estados, onde a forma de se comunicar e costumes varia, use isso para personalizar a comunicação com o público.
Produto de interesse: Esse tipo de filtro permite produzir anúncios ou envios de e-mail marketing mais direcionados, a partir do momento que você considera quais produtos interessam cada um dos contatos.
Interação: Acompanhe a interação do público com suas ações de marketing para entender o nível de engajamento deles com sua marca. Ela pode ser acompanhada em canais como site, redes sociais, e-mail marketing e outros.
Bom relacionamento com os clientes
Você sabia que 39% das pessoas pretende abrir a carteira para gastar nas mesmas lojas em que já compraram anteriormente? É claro que isso não acontece sem motivo: apenas com um bom relacionamento os clientes podem se sentir motivados a realizar uma nova compra.
Ações nas redes sociais e e-mail marketing podem ajudar a manter a proximidade com o público. Se você sabe quais produtos foram adquiridos pelos clientes, pode focar seus esforços em oferecer itens complementares a ele, como versões atualizadas da adquirida. Outra forma de agradar esse público é oferecer algum tipo de desconto, mostrando que você sabe quais itens podem ser relevantes.
Transparência ao gerenciar dados dos contatos
No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor em 2020. O que parecia distante, deve ser tratado como uma realidade para todo o tipo de negócio que possui informações do público, seja ele composto por clientes ou apenas pessoas interessadas em acompanhar a marca.
O objetivo da LGPD é garantir que os usuários tenham um acesso mais facilitado aos dados pessoais que estejam em bancos de dados de outras empresas. Dessa forma, as marcas terão de disponibilizar formas para que o público possa verificar as informações que as empresas possuem, solicitar a remoção ou atualizar o cadastro.
A forma mais simples de se adequar a essa lei é solicitar apenas informações realmente úteis para estabelecer a comunicação com o público. Especifique qual a finalidade de solicitar essas informações. Se uma pessoa preenche um formulário para receber conteúdo sobre redes sociais, por exemplo, enviar promoções pode não ser a melhor forma de ter sucesso.
Se quiser saber mais dicas para ter bons resultados na Black Friday e em outras datas comemorativas, acompanhe o GeraçãoE e também o nosso blog.
fonte: Eduardo Brum publicado em 14/10/2019 JC

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Análise: Consumo das famílias lidera a alta do PIB, sustentado por emprego informal

Leia +

Black Friday supera projeção e valoriza varejistas na Bolsa

Leia +

Lições da Black Friday

Leia +

Governo desobriga empresa de cumprir cota para trabalhador com deficiência

Leia +

Sensatez tributária

Leia +

Com bons sinais da economia, varejo terá melhor Natal desde 2013

Leia +

Consumo impulsiona economia e PIB deve voltar em 2020 ao nível pré-recessão

Leia +

Brasil editou 5,4 milhões de normas desde a Constituição de 1988

Leia +
ARQUIVO    Clique para ver todas as notícias

CADASTRO

Cadastre-se e receba notícias
do Sindishopping


NOME
EMAIL
TELEFONE