HOME SHOPPINGS ACT CCT TABELAS SINDICAIS CONTATO
CONTRIBUIÇÕES Contribuição
Sindical
Contribuição
Confederativa
Contribuição
Assistencial
Solicitação
de Boleto

mercado

Calças da Levi’s serão vendidas na Riachuelo

Plano de expansão da grife aposta em parceria com a rede de fast fashion




Peças de roupas serão vendidas por preços que variam entre R$ 89,99 e R$ 389,99 (Brendan McDermid/Reuters)
A Levi’s, marca da calças jeans mais conhecida do mundo, está vendendo algumas de suas famosas peças de roupa na rede de fast fashion Riachuelo. A parceria começou a vigorar no início de novembro e tem como objetivo aproximar a grife do público brasileiro, consolidar sua posição no mercado, ampliar vendas e expandir sua presença no território nacional.
“Temos o propósito de transformar vidas por meio da moda, e ter a Levi’s com a Riachuelo é mais um passo que nos permite cumprir com esse compromisso. A união das duas marcas chega para fortalecer ainda mais o nosso mix de produtos“, afirma Flávio Amadeu, diretor-executivo comercial da Riachuelo.
As peças já estão disponíveis em pré-venda no shop-online da loja de departamento. No dia 21 de novembro, a oferta dos produtos será disponibilizada em 26 lojas físicas da marca espalhadas pelo Brasil. Os modelos incluem camisetas, calças da linhas 510™, 700™, as clássicas truckers e acessórios. No e-commerce, estarão disponíveis para o público feminino, masculino e infanto juvenil. Os valores variam entre 89,99 reais e 389,99 reais.
Para Rui Araújo Silva, diretor da Levi’s no Brasil, o momento da marca contribui para esse novo passo. “Estamos em constante crescimento e comprometidos em nos consolidarmos no mercado brasileiro. A parceria com a Riachuelo é estrategicamente pensada para criar e estreitar relacionamento com novos públicos.” Esse modelo de vendas store in store (loja dentro da loja, em inglês) é comum nas lojas de departamento brasileiras, pois tem a possibilidade de alavancar vendas, aprimorar a experiência de compra do usuário e trazer maior variedade de itens disponíveis nas prateleiras.
A Renner, por exemplo, disponibiliza seu espaço para comercializar diferentes produtos de outras marcas, tais como Puma e Havaianas. A C&A, além das parcerias com empresas de vestuário, vende também eletrônicos em suas lojas, como o leitor de livros digitais Kindle, da Amazon, celulares da Samsung, Apple e Motorola. No setor de cosméticos e perfumaria, é comum encontrar as marcas Carolina Herrera, Paco Rabanne e Dolce & Gabanna à venda nesses estabelecimentos.
fonte: Por Lucas Cunha  Publicado em 4 nov 2019, 19h53 / VEJA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Análise: Consumo das famílias lidera a alta do PIB, sustentado por emprego informal

Leia +

Black Friday supera projeção e valoriza varejistas na Bolsa

Leia +

Lições da Black Friday

Leia +

Governo desobriga empresa de cumprir cota para trabalhador com deficiência

Leia +

Sensatez tributária

Leia +

Com bons sinais da economia, varejo terá melhor Natal desde 2013

Leia +

Consumo impulsiona economia e PIB deve voltar em 2020 ao nível pré-recessão

Leia +

Brasil editou 5,4 milhões de normas desde a Constituição de 1988

Leia +
ARQUIVO    Clique para ver todas as notícias

CADASTRO

Cadastre-se e receba notícias
do Sindishopping


NOME
EMAIL
TELEFONE